top of page
  • Foto do escritorAstronomia e Astronáutica

Após 47 anos, Rússia falha em voltar à Lua

Após 47 anos, a tentativa russa de retornar à superfície lunar falhou em alunissar no dia 19 de agosto. Segundo a Agência Espacial Russa ROSKOSMOS, uma manobra orbital havia começado às 14h10 no horário de Moscou (7h10 no horário de Brasília) para transferir a espaçonave para uma "órbita pré-pouso", mas "durante a operação, uma situação de emergência ocorreu a bordo... o que não permitiu que a manobra fosse realizada com os parâmetros especificados". De acordo com a Roskosmos, a equipe de gestão estava analisando a situação. Há um rumor que surgiu em 20 de agosto, de que o Sistema de Controle de Voo a Bordo, BKU (INSIDER CONTENT) do módulo de pouso manipulou mal o chamado controlador de empuxo variável (privod regulyatora tyagi), que gerencia a operação do sistema de propulsão (INSIDER CONTENT) no Luna 25. Na mesma época, a mídia oficial russa citou o cientista do IKI Natan Eismont dizendo que os problemas com a espaçonave haviam sido descobertos bem antes da manobra fatal de redução de órbita, que teria que ser adiada para lidar com o problema. Diante de algumas especulações nas redes sociais russas, os gerentes da missão foram pressionados a não adiar a transferência para uma órbita mais baixa, a fim de levar de alunissar a Luna 25 antes do módulo de pouso indiano à superfície lunar, que está programado para pousar perto do Polo Sul da Lua em 23 de agosto de 2023. A imagem mostra a superfície da Lua em foto tirada pela Luna 25 no dia 17 de agosto.


Uma das últimas imagens feitas pela Luna 25.
Uma das últimas imagens feitas pela Luna 25.


1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page