top of page
  • Foto do escritorAstronomia e Astronáutica

Em 2016, sonda Juno chegava à órbita de Júpiter

Após o lançamento em 5 de agosto de 2011, a sonda norte-americana Juno chegou, em 4 de julho de de 2016. Em janeiro desse ano ela se tornou a nave espacial movida a energia solar a chegar mais longe. Além disso, ela detém outro recorde: conforme o Guinness World Records, ela é o objeto mais rápido já criado pelo ser humano. Ao se aproximar do planeta, era previsto que a gravidade começasse a puxar Juno cada vez mais rápido até a espaçonave atingir uma velocidade de mais de 250 000 km/h, quebrando um recorde de 40 anos. Orbitando Júpiter desde 2016, a Sonda Juno descobriu que o planeta gigante tem, na verdade, mais água na atmosfera do que se imaginava. Liderado pelo astrônomo Cheng Li, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, o estudo determinou que 0,25% das moléculas na atmosfera do planeta são água. O resultado é surpreendente porque mostra que a atmosfera de Júpiter não é homogênea. A sonda chegou a 76.000 km da superfície das nuvens de Júpiter. Em janeiro de 2021, a NASA estendeu as operações da missão até setembro de 2025.



0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page