top of page
  • Foto do escritorAstronomia e Astronáutica

JPL irá tentar consertar a Voyager 1

Desde novembro de 2023, a sonda Voyager1, lançada em 1977 e que viaja pelo espaço a uma velocidade de 61.500 km/h se afastando de nós, estando a mais de 24 bilhões de km, envia dados sem sentido. Ele é o objeto feito pelo homem mais distante da Terra. Depois de uma análise, cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), descobriram que isso está acontecendo porque apenas 3% da memória da sonda está danificada. Porém, isso é algo recuperável, instalando uma atualização de software. Por isso, nas próximas semanas eles irão enviar comandos para a nave. Além da distância, o que fará demorar 45 horas para saber se os comandos enviados deram certo, há a capacidade pequena de processamento da nave, pois ela possui apenas dois módulos CMOS de 8 kB cada. Complementary Metal-Oxide-Semiconductor ou CMOS é a quantidade de memória na placa mãe do computador que armazena as configurações de entrada e saída do sistema, ou BIOS (Basic Input/Output System).


Concepção artística da Voyager 1 no espaço profundo.
Concepção artística da Voyager 1 no espaço profundo.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page