top of page

Lançamento da Missão STS-61

No dia 02 de dezembro de 1993 foi lançada desde o Kennedy Space Center, na Flórida, a missão STS-61, que tinha a importante missão de corrigir uma aberração esférica no espelho do telescópio espacial Hubble, que custou mais de 1 bilhão de dólares. A missão foi composta por Richard Covey, Jeffrey Hoffman, Thomas Akers (em pé, da esquerda para a direita), Kenneth Bowersox, Kathryn Thornton, Story Musgrave e Claude Nicollier (sentados, na mesma ordem) e foi uma das mais complexas de todas as missões dos ônibus espaciais. Esse foi o quinto voo do Ônibus Espacial Endeavour. Essa correção aconteceu mais de três anos e meio após o lançamento do telescópio, que aconteceu na missão STS-31. Ela durou quase 11 dias e além da correção, que foi um sucesso, com os astronautas fazendo cinco caminhadas espaciais, com dois astronautas trabalhando no telescópio de cada vez e revezando-se em turnos, para evitar o cansaço, foram feitas atualizações de instrumentos e colocadas novas matrizes solares. O resultado do trabalho pode ser visto nas duas imagens da galáxia anexadas a esse artigo e que foram tiradas antes (esquerda) e depois da missão (à direita).


Imagem mostrando o emblema da Missão STS-61.
Emblema da Missão STS-61

Imagem mostrando a tripulação da STS-61 que consertou o Hubble.
Tripulação da Missão STS-61 que consertou o Hubble.

Imagem mostrando uma nebulosa antes e depois do conserto do Hubble.
Melhoria na imagem após o conserto do Hubble

Imagem mostrando a tripulação da STS-61 consertando o Hubble no espaço.
Tripulação da STS-61 consertando o Hubble

Posts recentes

Ver tudo

Rover realiza abrasão em rocha marciana

Na semana passada, o Perseverance chegou ao tão esperado local de Bright Angel, nomeado por ser uma rocha de tons claros que se destaca em dados orbitais. A cor única aqui, bem como as características

Comentários


bottom of page