top of page
  • Foto do escritorAstronomia e Astronáutica

O retorno à Terra do cosmonauta Valeri Vladimirovich Polyakov

No dia 22 de março de 1995, o cosmonauta russo Valeri Vladimirovich Polyakov retornou à Terra na Soyuz TM 20 após ter passado 366 dias no espaço. Polyakov foi selecionado como cosmonauta pelo Grupo Médico 3 no dia 22 de março de 1972. Seu primeiro voo ocorreu na Soyuz TM-6 em 1988. Após ficar na Mir realizando pesquisas científicas por 240 dias, Polyakov retornou na Soyuz TM-7.

Seu segundo voo espacial, o mais longo da história, começou no dia 8 de janeiro de 1994 com o lançamento da Soyuz TM-18. Ele passou 437 dias a bordo da Mir realizando experimentos e pesquisas científicas. Durante o voo, ele completou 6927 órbitas ao redor da Terra. Polyakov se aposentou como cosmonauta em junho de 1995, com um total de 678 dias no espaço ou 22 meses. Polyakov deteve o recorde de maior tempo acumulado no espaço, 678 dias no decorrer de duas missões, até ser ultrapassado em 1999 pelo cosmonauta Sergei Avdeyev, com um total de 747 dias no decorrer de três missões. Ao retornar de sua última missão em 22 de março, Polyakov optou por não ser carregado pelos poucos metros entre a cápsula Soyuz e uma cadeira nas proximidades, escolhendo andar esta curta distância. Ao fazer isso, ele desejou provar que os seres humanos poderiam ser fisicamente capazes de andar na superfície de Marte após um longo voo.


Valeri Vladimirovich Polyakov
Valeri Vladimirovich Polyakov

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page