top of page
  • Foto do escritorAstronomia e Astronáutica

Satélite da Coreia do Norte

No dia 5 de abril de 2009 foi lançado da base de lançamentos Musudan-ri, localizada na Coreia do Norte, um satélite de comunicações, segundo a versão do país ou um míssil com carga desconhecida, segundo a versão ocidental. O satélite foi chamado Kwangmyŏngsŏng-2, ou Estrela brilhante 2. O lançamento ocorreu em boas condições de tempo, com o foguete sobrevoando as ilhas japonesas e alcançando o espaço sobre o Oceano Pacífico. O primeiro estágio do foguete deveria cair no mar, 75 km a oeste do Japão, e o segundo estágio deveria mergulhar no Pacífico. Navios de guerra de três países aliados monitoraram o lançamento. Os foguetes propulsores caíram no mar como havia sido esperado. Militares e analistas em Seul disseram que o foguete voou pelo menos duas mil milhas (pouco mais de 3.200 km), dobrando o alcance do foguete anterior, Kwangmyŏngsŏng-1, feito em 1998. De acordo com o USCN (Comando Nordeste dos Estados Unidos), os estágios remanescentes do foguete junto com a carga caíram no Oceano Pacífico. O governo norte-coreano, entretanto, afirma que o lançamento foi um sucesso e que o parâmetro orbital do satélite é de 490 km de perigeu e 1426 km de apogeu, com um período orbital de 104 minutos e 12 segundos e inclinação orbital de 40,6 graus. Foi informado que o satélite entrou em órbita nove minutos e dois segundos depois de lançado. Se entrasse em órbita terrestre, a Coreia do Norte se tornaria a décima nação do mundo a lançar com sucesso um satélite orbital. Também faria o país o primeiro dos dois da Península da Coreia a completar um lançamento orbital, batendo a Coreia do Sul que também anunciou o lançamento de seu primeiro satélite em 2009. A imagem mostra um soldado norte-coreano assistindo em uma TV ao lançamento do foguete.


Soldado norte-coreano assiste ao lançamento.
Soldado norte-coreano assiste ao lançamento.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page