top of page
  • Foto do escritorAstronomia e Astronáutica

Uma nova irá surgir até setembro de 2024

Até setembro de 2024, uma nova estrela deverá se tornar visível a olho nu no céu: trata-se da estrela anã-branca T Corona Borealis, localizada na constelação do mesmo nome. É importante não confundi-la com Tau Corona Borelais. Ela é uma nova recorrente, ou seja, explode em uma nova em períodos determinados, que no caso dessa estrela é de 80 anos. A magnitude normal da estrela é de +10,8, porém quando explode atinge a magnitude +2,0 sendo possível vê-la a olho nu. Nova é um evento astronômico transitório que causa o aquecimento repentino de uma estrela, fazendo seu brilho aumentar rapidamente, daí o nome nova, pois dá a impressão que uma nova estrela surgiu no céu. Não confundir também com uma supernova. Para saber mais sobre as supernovas, ouça o episódio 15 do podcast Astronomia e Astronáutica. O círculo vermelho indica a posição da estrela.



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Комментарии


bottom of page