top of page
  • Foto do escritorAstronomia e Astronáutica

James Webb observa estrela jovem

Uma equipe internacional de astrônomos usou o Telescópio Espacial James Webb, da Nasa, para estudar o disco de gás e poeira ao redor de uma estrela jovem de massa muito baixa. Os resultados revelam o maior número de moléculas contendo carbono visto até hoje em tal disco. Essas descobertas têm implicações para a composição potencial de quaisquer planetas que possam se formar ao redor dessa estrela. Planetas rochosos são mais propensos do que gigantes gasosos a se formarem em torno de estrelas de baixa massa, tornando-os os planetas mais comuns em torno das estrelas mais comuns em nossa galáxia. Pouco se sabe sobre a química de tais mundos, que podem ser semelhantes ou muito diferentes da Terra. Ao estudar os discos a partir dos quais esses planetas se formam, os astrônomos esperam entender melhor o processo de formação de planetas e as composições dos planetas resultantes. Discos formadores de planetas em torno de estrelas de massa muito baixa são difíceis de estudar porque são menores e mais fracos do que discos ao redor de estrelas de alta massa.


Fonte: NASA.



0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page